5 fundamentos que você precisa ter para realizar cortes de carne

A arte de realizar cortes de carne passa por alguns fatores. Primeiro a faca de churrasco, que precisa estar afiada, ser confortável, ter boa pegada e ser apta para esse trabalho. Em segundo, o conhecimento do churrasqueiro, que além de ser importante para realizar os cortes de carne, ainda contam para o resultado de sua reunião gastronômica. No entanto, existem alguns fatores que são básicos na hora do churrasqueiro cortar as peças de uma maneira ideal.

Separamos 5 conceitos que todo comandante da churrasqueira precisa saber para fazer cortes de carne corretos e que passem longe de qualquer suspeita. Afie a faca e separe as peças. O churrasco está prestes a começar!

  • Limpeza e organização

Antes de começar a realizar os cortes, é importante lembrar de deixar todo ambiente limpo e organizado, tudo para que você tenha uma agilidade maior ao fazer os cortes de carne. Então, se certifique que seu ambiente de trabalho, seja bancada, pia ou mesa, esteja livre e limpo para seu trabalho.

Ah, e não esqueça de lavar bem suas mãos. Isso não só evita contaminações, mas também mostra a seus convidados que você está preocupado com a higiene de seu evento.

  • Conhecimento e objetivo

É muito importante ter conhecimento sobre a peça que você vai trabalhar. Afinal, elas não são iguais e cada uma tem um cuidado diferente. O objetivo com o qual a peça será feita também influência, principalmente na espessura. Por exemplo: enquanto a grossura recomendável para bifes assados na grelha é de 2cm a 3cm, para peças feitas no espeto, o ideal são cortes de 5cm a 6cm.

  • Limpeza minuciosa

Limpar a peça é muito importante. Livrar ela de todo sebo em excesso, gordura ou nervos desnecessários é a garantia de que nenhum convidado seu irá reclamar. Com uma faca bem afiada, retire toda impureza com movimentos suaves e tomando cuidado para não aprofundar muito os cortes – assim você evita que a gordura boa, responsável por parte do sabor e suculência da carne, seja prejudicada.

E nada de lavar a peça! Além de não ser eficaz, faz com que ela perca sabor e suculência.

  • Olho nas fibras

É quase que uma lei: antes de realizar qualquer corte de carne, é preciso identificar qual é o sentido da fibra. Esse é um dos segredos (senão o maior) para não oferecer um churrasco com peças duras.

Lembra que cada tipo de peça tem sua individualidade? Pois então, algumas como a alcatra, por exemplo, precisam ser cortadas no sentido da fibra. Já para cortar a picanha é sempre contra a fibra.

  • Cortes parecidos

Ao identificar as fibras, realize o corte de modo que a lâmina da faca deslize pela peça de maneira transversal, se atentando para o tamanho deles. Sempre que possível, deixe-os com dimensões parecidas. Se tiverem medidas muito diferentes, eles também vão assar em momentos diferentes, certo? Então, procure cortar de maneira igual.

Com todas essas dicas bem fixadas em sua mente, a chance de realizar cortes de carne ruins é perto de zero. Todos esses conceitos garantem que as peças cumprirão bem o papel de manter o nível do evento. As carnes nobres que os associados do Clube do Churrasco têm acesso, além de exigirem muito menos trabalho para serem cortados, também elevarão o nível de seu evento de uma forma única. Veja os cortes de carne que já passaram por aqui e garanta um churrasco inesquecível.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *