ANGUS GOLD! O que é essa certificação na carne nobre?

Angus? Angus Gold? Angus Sustentabilidade? O que são essas denominações? Se você tem pesquisado sobre carnes de qualidade ou já consome desse universo das carnes premium provavelmente você já tenha se feito essa pergunta! Acertei?

Antes de navegar nessas águas, vamos partir do princípio! No mercado muitas são as raças bovinas: Nelore, Angus, Araguaia e tantas outras (se você quer saber mais sobre essas três primeiras, leia esse artigo: Angus, Nelore e Araguaia) cada um dessas raças tem suas particularidades, seja em precocidade, acabamento de gordura, habilidades reprodutivas, maternas e por aí vai.

Essas características definem muitas vezes a valorização do animal e a escolha do criador. Mas, o que faz com que essas raças sigam sempre um padrão mínimo de suas características? Aí vem as Associações de Raça, que cuidam dessa genética e desenvolvem ações não apenas para preservação mas também para evoluir ainda mais as qualidades da raça!

Para estimular a adoção de medidas inovadoras por parte dos criadores, diferenciar e valorizar no mercado animais e criações dedicadas a esse melhoramento comumente as associações criam selos, como estes que nós falaremos hoje!

Entendido até aqui?
Então vamos para a parte prática!

OS SELOS DE QUALIDADE DA RAÇA ANGUS

“Mais do que atestar a excelência da carne entregue aos consumidores, a Associação Brasileira de Angus chancela a qualidade dos animais que dão origem aos produtos através do Selo Seleção Qualidade de Carne. Lançado oficialmente em novembro de 2020, o projeto reconhece machos e fêmeas da raça Angus com melhor equilíbrio em dados genéticos de carcaça. Um indicativo que auxilia os produtores a entregarem carcaças com qualidade e padronização à indústria e, consequentemente, produtos Premium com ainda mais marmoreio, sabor e suculência aos consumidores.

Para estampar o selo no registro genealógico de seus animais, as propriedades devem integrar o Programa de Melhoramento dos Bovinos de Carne (Promebo) e realizar avaliação de carcaça por ultrassonografia. A Associação seleciona por meio da análise de dados genéticos os animais que estejam no grupo dos 20% melhores para Índice Bioeconômico de Carcaça (IBC) e para Percentagem de Gordura Intramuscular (marmoreio), além de terem DEPs positivas para Área de Olho de Lombo (AOL), Espessura de Gordura Subcutânea (EGS) e Espessura de Gordura na Picanha (EGP8). Ou seja, se seus animais têm essas características, é uma indicação de que os mesmos podem vir a ter essa chancela.

O Selo Seleção Qualidade de Carne faz parte do grupo de chancelas da Associação composta pelos selos Angus, Angus Gold e Angus Sustentabilidade e visa oferecer ao produtor a oportunidade de selecionar seus animais para produção de carne de alta qualidade desde o início do sistema produtivo.” Angus.org.br

Certificação ANGUS

Esse selo é o que você mais encontrará em uma carne de qualidade Angus! Ele significa que essa carne que você está comprando é de alta qualidade e de Angus!

Certificação ANGUS GOLD

É Angus e tem qualidade superior de marmoreio? Então ganha essa chancela! Para você que está aprendendo sobre as características da carne, marmoreio é a gordura entremeada, aquela gordura que fica entre as fibras musculares e faz com que a carne lembre realmente uma peça de mármore. Ele confere muito sabor e suculência à carne!

Certificação ANGUS SUSTENTABILIDADE

“O Selo Angus Sustentabilidade atesta a adoção de boas práticas de Sustentabilidade, Responsabilidade Social, Rastreabilidade, Sanidade, Bem-estar Animal e Biossegurança em propriedades que utilizam a genética Angus. Lançado em junho de 2019, o programa é o único do gênero no país a estar lastreado por uma certificadora externa. Com mais de cem anos de experiência internacional, a alemã Tüv Rheinland é referência em atestar processos produtivos nos cinco continentes.

Para poder estampar o selo nos rótulos de seus produtos, as propriedades precisam encaminhar solicitação à Associação Brasileira de Angus e seguir as orientações de protocolo específico. À associação, cabe o dever de selecionar e credenciar propriedades aptas e assegurar o cumprimento das regras básicas de enquadramento: animais 100% rastreados; animais com, no mínimo, 50% de sangue Angus, propriedades rurais independentemente do sistema de criação e que atendam a padrões e critérios de Sustentabilidade. Para isso, destinará técnicos para acompanhar os processos produtivos nas fazendas credenciadas e orientar os pecuaristas sobre boas práticas de produção.

Transcorridos os trâmites junto à Angus, é preciso submeter a propriedade a processo de auditoria. Em campo, os técnicos da Tüv Rheinland farão um check-list da fazenda quanto a temas técnico como, por exemplo, preservação de vegetações nas nascentes e em área de reserva natural, descarte adequado de embalagem vazias de defensivos agrícolas e de medicamentos, uso de queimadas, plano de recuperação de áreas degradadas, contratação de funcionários devidamente registrados e medidas anti-estresse animal.

A iniciativa visa alinhar a produção de Carne Angus Certificada a novas tendências de consumo, em um mercado onde as famílias estão mais preocupadas com a origem dos alimentos e buscando mais informações sobre os sistemas de produção dos itens que adquirem.” Angus.org.br

Agora que você já sabe o que significam esses selos, associe-se ao nosso Clube e receba algumas dessas chancelas todos os meses no conforto da sua casa!

Conheça a Sociedade da Carne e nosso Clube de Assinaturas de Carnes Nobres! O Primeiro Clube de Carnes Nobres do Brasil entregando todos os meses uma seleção diferente com carnes nobres das melhores marcas nacionais e internacionais!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *