Cortes de picanha: conheça origens e histórias da Rainha do Churrasco

Cortes de picanha não podem faltar em um bom churrasco. Essa carne costuma agradar a praticamente todos os paladares, além de ser fácil de preparar. Mas é importante ficar atento a algumas de suas características para conservar suas propriedades e garantir um excelente churrasco a todos. Por isso, separamos algumas curiosidades sobre uma das carnes prediletas dos churrasqueiros.

Origem e características

A picanha costuma agradar o paladar dos apreciadores de boa carne. Localizada ao lado do contrafilé (região mais macia do boi), a picanha é parte da alcatra, de onde se retiram também o miolo da alcatra e a maminha. Bastante marmorizada, sua famosa capa de gordura garante sabor acentuado ao corte. Para realçar seu sabor, deve ser temperada apenas com sal grosso.

Sobre o nome

 Por que a picanha se chama assim? A história mais difundida conta que o nome teria se originado em um restaurante de São Paulo, na década de 1950. Após provar o corte, o neto do conde Matarazzo, Baby Pignatari, teria perguntado o que era e que sabor era aquele. O churrasqueiro do local, argentino, respondeu em espanhol picanã, como era chamada a ponta da vara que cutucava os bois na altura da anca, região da qual é retirada a peça.

Os cortes de picanha e os diferentes tipos de preparo

Os cortes de picanha variam, fazendo com que a peça possa ser preparada de acordo com a preferência do churrasqueiro e seus convidados. Confira os principais:

Picanha inteira

O churrasqueiro deve acomodar a peça no espeto com cuidado para que a carne seja totalmente aproveitada. Nesse caso, é indicado deixar a gordura para cima durante, aproximadamente, 40 minutos e mudar o lado para finalizar e dourar, por mais ou menos 15 minutos.

Cortes de picanha em espeto

O ideal é cortar a peça em meia lua, como é feito em churrascarias, deixando sempre a gordura para o lado de fora do espeto. Para prepará-la, o processo deve consistir em grelhar durante 5 minutos de cada lado, lascar todas as meia luas e depois retornar à churrasqueira.

Na grelha

O recomendado é usar uma medida de dois dedos, começando pela parte menor da peça até que alcance o maior pedaço. O tempo de preparo é de 8 minutos para cada lado (aproximadamente) e na distância de cerca de 20 cm entre grelha e brasa.

 

A picanha é a carne mais popular nos churrascos brasileiros. Mas a forma como você a serve faz total diferença na experiência de seus convidados. Na Sociedade da Carne, os associados têm acesso a cortes de picanha diferenciados, como das raças Angus e Hereford, e de outros países como Uruguai e Argentina. Conheça as peças de picanha que já passaram em nosso Clube e associe-se para fazer churrascos incríveis!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *