Por quê a carne argentina é considerada uma das melhores para churrasco?

A Argentina é um país muito conhecido por alguns fatores específicos: o tango, a famosa culinária, bebidas como o mate e o vinho, todo charme de Buenos Aires e é claro, o Futebol. No entanto, um outro componente virou sinônimo argentino. Trata-se da qualidade de seus cortes de carne, fator esse que levou o país a ser reconhecido como um dos maiores e mais famosos produtores de carne bovina do mundo.

Mas afinal, por que essa carne é tão cultuada no universo do churrasco? Quais suas principais características? Confira nosso artigo e entenda os motivos que ajudam a explicar o fascínio pelo produto argentino.

Tipos de raças

Um dos motivos que ajudam a explicar a fama dos cortes de carne argentinos está nas raças dos animais de corte. Por lá, a cria dos gados é dada predominantemente por duas espécies: o Angus e o Hereford. Por serem de origem britânica, essas raças têm uma adaptação perfeita com climas frios e relevo natural da Argentina, que possui muito solo plano.

Criação: o grande segredo

Na Argentina, os pastos são apontados como um dos principais fatores pelos bons cortes de carne produzidos pelo país. Por lá, os gados são criados em pastos que ficam em regiões planas e baixas das Pampinas, parte central da Argentina. Com pastagem em abundância, o boi faz um esforço mínimo para se alimentar.

Essas características dos pastos argentinos têm forte impacto na qualidade da carne. Como o gado não precisa ficar gastando energia, subindo morros e se exercitando à toa em busca de comida, ele não cria músculos. Na prática, isso é sinônimo de um animal que produz carnes mais macias.

Sem pressa para a hora do abate

Outra particularidade interessante está no abate. Na Argentina, os bois só são abatidos por volta dos 2 anos de idade, ou seja, entre 20 e 24 meses de vida. Nesse tempo, estima-se que o animal tenha o peso ideal para o abate, algo que se aproxime de 450kg. No Brasil, para se ter uma ideia, os bois de raça zebuína são levados ao abate 6 meses antes do gado argentino, sabia? E esse fator influencia na qualidade dos cortes, ou seja, se o boi é muito novo, a carne fica sem sabor. Se ele é muito velho, o corte será duro. Os argentinos encontraram esse equilíbrio com um período de abate perfeito.

De fato, a Argentina é famosa pelos elementos que ajudam a compor sua cultura. Os motivos que tornam os cortes argentinos tão famosos, nos levam a mais um fator para incluir em seus costumes: o cuidado. O zelo que os argentinos têm com sua carne, desde a criação até o momento do fornecimento, não são apenas exemplos de como produzir um ótimo produto, mas também de como cultivar uma cultura.

Entenda mais sobre o cuidado, trabalho e amor que os argentinos colocam na sua produção de carnes, agregando um toque genuinamente Hermano ao seu churrasco!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *