Seleção de Fevereiro de 2016 – Porterhouse

Origem do Porterhouse

Uma das histórias mais aceitas sobre a origem desse famoso corte, conta que em 1892, em uma taverna de Nova York, que era o local favorito dos marinheiros americanos, um cliente antigo pediu um Steak, mas já tinha acabado. Então, Martin Morrison, dono da taverna, disse que cortaria e grelharia um corte do contrafilé que estava preparando para o dia seguinte. O corte tinha parte contrafilé e parte filé mignon. Esse corte fez tanto sucesso que, a partir desse dia, Morrison começou a pedir somente esse mesmo corte ao seu açougueiro.

Características do Porterhouse

VPJ Beef Black Angus Poterhouse

Muitas pessoas confundem o Porterhouse com o T-bone pelo fato de serem aparentemente muito similares. Os T-Bones são cortes do centro do lombo curton, diferentemente do Porterhouse, que é um corte feito a partir da extremidade maior. Dessa forma, o T-Bone terá um pedaço menor de tenderloin (filét-migon) do que o Porterhouse. Além disso, o Porterhouse geralmente contém mais marmoreio.

Outra característica que diferencia o Porterhouse, é o fato de ser cortado com uma grande espessura, quase o dobro do T-bone, deixando o steaks com 1kg em média.

Nos Estados Unidos, a Associação de Frigoríficos disse que, para ser classificado como Porterhouse, o corte deve ter 32 milímetros de espessura. Assim como o T-Bone, o Porterhouse é também dois cortes em um. De um lado, você tem New York strip e, do outro lado, filé. No entanto, é evidente que o Porterhouse tem uma porção maior de filé. Em suma, o Porterhouse tem um pedaço maior de filé mignon e é cortado com espessura maior, quase o dobro do t-bone, deixando os steaks com 1kg em média.

Dicas de preparo:

Porterhouse com azeite aromatizado e tomate cereja (Receita Sociedade da Carne)

dica_depreparoIngredientes

500g de tomate cereja
1 ramo de manjericão
3 dentes de alho fatiados
sal grosso
azeite de oliva

Modo de preparo

Em uma frigideira, coloque o tomate cereja, o manjericão, o alho e cubra com bastante azeite de oliva. Polvilhe com um pouco de sal grosso e aqueça até que comece a ferver. Desligue o fogo e deixe descansar.
Tempere a carne com sal grosso e pimenta do reino moída na hora. Leve a grelha para selar em fogo forte por aproximadamente 2 minutos de cada lado. Depois leve o steak a fogo médio e deixe cozinhar por mais aproximadamente 4 minutos de cada lado.

cervejaClub Beer LogoDica de Harmonização: Hop Valley Alphadelic IPA

 

Para acompanhar o Porterhouse com azeite aromatizado e tomate cereja, nossa sugestão é a Hop Valley Alphadelic IPA, uma cerveja do estilo India Pale Ale, em que o amargor do lúpulo é predominante. A harmonização acontece por semelhança, onde as notas de manjericão se assemelham ao frescor da cerveja e por contraste, uma vez em que a potência de gordura do prato é cortada pelo amargor da bebida, permitindo que o paladar fique leve para a próxima garfada.

Para mais informações sobre esta e outras cervejas, acesse www.clubeer.com.br

vinhoEvino LogoDica de Harmonização: Achaval Ferrer Malbec 2013

Produzido pela 1ª bodega argentina a integrar a lista dos 10 melhores vinhos do mundo de acordo com o grande crítico Robert Parker, este rótulo harmoniza muito bem com carnes de boi em cortes
mais suculentos, tais como o Porterhouse. Saúde!

Para mais informações sobre este e outro svinhos, acesse www.evino.com.br

Quer se tornar um verdadeiro mestre churrasqueiro?

Receba dicas, promoções e receitas


Não, já sei tudo sobre churrasco

Obrigado por se cadastrar!

Agora você faz parte da nossa newslleter.